Carregando...

Rio inicia campanha de aplicação de 2ª dose em moradores do Complexo da Maré

Ao som da Orquestra Maré do Amanhã, os moradores da Comunidade começaram a receber as doses da vacina contra a Covid-19 nesta quinta-feira (14). Um mutirão foi montado para concluir o ciclo vacinal de quem participou do projeto Conexão Saúde, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

No fim de julho deste ano, 37 mil moradores do bairro receberam a primeira dose. A estimativa é aplicar a segunda dose em torno de 40 mil pessoas. “Agora essas 37 mil pessoas vão retornar, a gente tem também algumas pessoas que estão atrasadas para tomar a D2.

Em torno de 4 mil pessoas na Maré não tomaram a segunda dose na data correta. Então, nosso alvo amanhã é entre 40 e 41 mil pessoas.”, disse o pesquisador e coordenador do projeto, Fernando Bozza.

A imunização faz parte do estudo de vacinação em massa para levantar dados da efetividade da vacina da AstraZeneca. Bozza adiantou também à CNN que os dados preliminares da aplicação de primeira dose já são promissores, e que o estudo deve ser finalizado e submetido até o fim desta semana.

“No Brasil temos estudos de vacinação em massa dois estados, mas com a Coronavac. Esse vai ser o primeiro estudo com dados da AstraZeneca e numa comunidade vulnerável. São dados bastante originais, e a própria Fiocruz vai enviar para a AstraZeneca os resultados do estudo.”, afirma o pesquisador.

Durante a abertura da segunda fase da campanha, na Clínica da Família Adib Jatene, a presidente da Fiocruz, Nísia Trintade, disse que “a segunda dose da vacina AstraZeneca/Fiocruz deve ser vista com uma dose de gentileza, ou seja, a vacina como algo que aumenta nossa consciência de que a saúde de cada um de nós depende, de fato, da saúde do outro” afirmou.

No evento, o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, comemorou os primeiros resultados da vacinação em massa no Complexo de Comunidades. “A Maré é uma das áreas das cidade onde gente tem os menores números de caso internações de Covid-19. Desde a primeira etapa do ‘vacina Maré’ a gente espera consolidar essa proteção, consolidar esses bons números a partir desta segunda fase da campanha”, disse o secretário, que também falou sobre a importância da vacina AstraZeneca.

“Porque a vacina AstraZeneca se mostrou uma vacina muito segura para nossa população” afirmou Soranz e completou: “uma vacina extremamente segura, extremamente eficaz já na primeira dose da vacina já consegue reduzir bastante o número de casos quando a gente tem ela sendo aplicada de maneira coletiva numa comunidade”.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*