Carregando...

Pressão é grande em UPAs e postos de Saúde, diz governador da Bahia sobre Covid

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), declarou, neste quinta-feira (13), em entrevista à CNN, que a pressão na rede hospitalar do estado, com o avanço da variante Ômicron do coronavírus, está direcionada para os leitos de enfermaria nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA), nos hospitais e postos de saúde.

“Este momento tem uma característica diferente de março do ano passado que foi o pior mês. Naquele momento, a pressão sob leitos de UTI era gigantesca. Neste momento, a pressão é muito maior nas unidades de emergência, nas UPAs, nos hospitais e nos postos de saúde. Porque convive a contaminação de Covid e a gripe H3N2 que também tem uma alta incidência neste momento”, explicou Rui Costa.

Segundo o governador, 90% das pessoas que hoje estão em leitos de UTI não foram vacinadas. Ele responsabiliza o governo federal, dizendo que contribuíram para um “verdadeiro mar de fake news”, levando ao desestimulo da imunização.

“Nós temos aqui na Bahia 1 milhão e meio de pessoas que tomaram a primeira dose e não voltaram para tomar a segunda. E mais 1 milhão de pessoas que não compareceram ainda para tomar o reforço. Estamos falando de 2,5 milhão de pessoas com vacinação em atraso. Sem se falar naqueles que não tomaram dose alguma.”

Chuvas

Rui Costa afirmou que o governo federal não realizou o pagamento dos R$ 80 milhões prometidos para recuperação das estadas da Bahia após as fortes chuvas que atingiram o estado em dezembro e janeiro. Apenas houve um aporte inicial de cerca de R$ 12 milhões.

“O prejuízo calculado aqui é de cerca de R$ 1,5 bilhão, incluindo a infraestrutura federal, que até agora não foi iniciada a recuperação. Nós tivemos um primeiro apoio de duas aeronaves da Marinha, uma equipe de médicos do Ministério, e uma contribuição de R$ 12 milhões para as primeiras  despesas dos municípios. Até agora não passou disso”, alegou Rui Costa.

 

 


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*