Carregando...

Cidade de SP aplica 2ª dose de reforço para pessoas acima de 45 a partir de quarta-feira

Pessoas acima de 45 anos poderão receber a segunda dose de reforço contra a Covid-19 a partir da quarta-feira (22) na cidade de São Paulo. O intervalo entre a primeira dose adicional é de pelo menos quatro meses, de acordo com a Secretaria Municipal da Saúde. A população desta faixa etária também poderá se vacinar contra a gripe.

A ampliação da segunda dose de reforço para a população com idade entre 40 a 49 anos segue recomendação do Ministério da Saúde e acontecerá de forma escalonada na capital paulista. Ao todo, 1.020.863 pessoas desta faixa etária estão aptas a receber a dose adicional, sendo cerca de 500 mil entre 45 e 49 anos.

De acordo com a secretaria, a cidade conta com doses e insumos suficientes para a vacinação dos novos grupos anunciados.

A terceira dose de reforço também está disponível para pessoas com alto grau de imunossupressão com 50 anos ou mais, com pelo menos quatro meses de intervalo após a segunda dose adicional.

“A cidade de São Paulo fará a vacinação de forma escalonada, pois há uma grande quantidade de pessoas entre 40 e 49 anos na capital. Assim, garantimos melhor conforto à população, ofertando o reforço a todos os elegíveis”, afirmou o secretário municipal da Saúde, Luiz Carlos Zamarco, em comunicado.

Cobertura vacinal

Até o momento, foram aplicadas mais de 32 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 na capital, sendo mais de 11 milhões destinadas à primeira dose, mais de 11 milhões como segundas doses, cerca de 364 mil doses únicas (Janssen). Também foram aplicadas 7,4 milhões de primeiras doses adicionais e 1,6 milhões de segundas doses de reforço.

A cobertura vacinal da população com mais de 18 anos está em 110,4% para primeira dose, em 107% para o esquema vacinal primário completo, em 79,5% para o primeiro reforço e em 65,6% para o segundo reforço.

Em adolescentes de 12 a 17 anos, foram aplicadas mais de 980 mil doses destinadas à primeira aplicação, representando uma cobertura vacinal de 116,2%. Também foram aplicadas mais de 884 mil doses completando o esquema vacinal primário, com 104,8% de cobertura, além de mais de 153 mil doses de reforço.

Em crianças de 5 a 11 anos foram aplicadas mais de 996 mil doses iniciais, representando uma cobertura vacinal de 92%, e 748.452 doses completando o esquema vacinal, alcançando 69,1% dos elegíveis.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*