Carregando...

Polícia Federal não encontra irregularidades em relatório sobre queda de aeronave em Aracaju

Destroços da aeronave que caiu em manguezal de Aracaju— Foto: Kedma Ferr/TV Sergipe/arquivo

Destroços da aeronave que caiu em manguezal de Aracaju — Foto: Kedma Ferr/TV Sergipe/arquivo

O inquérito policial que apurava as causas da queda de uma aeronave de pequeno porte, que provocou a morte do piloto, Adriano Leon, no dia 6 de maio, foi concluído e encaminhado ao Ministério Público. A informação foi confirmada pela Polícia Federal em Sergipe.

  • Veja FOTOS e VÍDEOS do acidente

Segundo a PF, não foram encontradas irregularidades nos assuntos que foram apurados por suas equipes. O Serviço de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa) é o órgão da aeronáutica que está investigando o caso . Técnicos estiveram em Aracaju e recolheram material para análise, mas até agora o órgão não divulgou relatório sobre as causas do acidente.

O avião monomotor caiu em uma região de manguezal, no Bairro Atalaia, na Zona Sul de Aracaju, após decolar do Aeroporto Santa Maria, com destino ao município de Unaí (MG). Após quatro dias de resgate, o corpo do piloto foi encontrado no dia 09 de maio, próximo a outros destroços do avião. Dois dias antes, o braço direito da vítima havia sido encontrado e através de exames de DNA foi comprovada a identidade do piloto.

VÍDEOS: saiba tudo sobre acidente com aeronave de pequeno porte em Aracaju

8 vídeos

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*