Carregando...

Mais de 100 caixas de borracha atribuídas a navio naufragado durante 2ª Guerra Mundial apareceram no litoral sergipano

Caixas misteriosas atribuídas a navio naufragado são encontradas em Sergipe

Caixas misteriosas atribuídas a navio naufragado são encontradas em Sergipe

Cerca de 100 pacotes de borracha foram encontrados no litoral sergipano. Também chamadas de caixas misteriosas, de acordo com a Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), elas são provenientes de um navio alemão naufragado na 2ª Guerra Mundial. A descoberta foi feita por pesquisadores da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Os materiais começaram a aparecer nos últimos 15 dias e já foram encontrados em Aracaju, Barra dos Coqueiros, Estância, Itaporanga D’Ajuda, Pirambu e Pacatuba.

"São defensas, que são utilizadas nas embarcações contra atrito, seja na hora de atracar ou em possibilidade de choque com outro navio. Nos últimos quinze dias, todos os dias, estamos tirando da linha costeira", disse o diretor-presidente da Adema, Gilvan Dias.

Caixas misteriosas encontradas no litoral de Sergipe — Foto: Divulgação/Adema

Caixas misteriosas encontradas no litoral de Sergipe — Foto: Divulgação/Adema

Há quatro dias, Alagoas também registrou o reaparecimento das caixas, que foram identificados durante investigações das manchas de óleo que surgiram no litoral do Nordeste em 2019. Apesar disso, não há relação entre as manchas e as caixas.

O navio naufragou entre 1º e 4 de janeiro de 1944, mas só foi descoberto mais de 50 anos depois, em 1996, a cerca de mil quilômetros do litoral. De acordo com a UFC, os navios naufragaram no Oceano Atlântico e começam a sofrer corrosão décadas depois, vazando as cargas para o Nordeste.

O que fazer ao encontrar as caixas

Segundo Gilvan Dias, quem encontrar as caixas no litoral deve acionar as empresas de limpeza dos municípios ou a Adema, através do telefone de plantão (79) 99191-5535.

"Não é tóxico, mas não é interessante estar manipulando, pois podem ferir e são pesados", explicou.

Caixas sendo recolhidas— Foto: Divulgação/Adema

Caixas sendo recolhidas — Foto: Divulgação/Adema


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar