Carregando...

Ouro Fino anuncia vacinação de trabalhadores do transporte e população de 59 anos contra a Covid-19

Ouro Fino será uma das primeiras cidades do Sul de Minas a vacinar a população geral contra a Covid-19. Nesta terça-feira (8), a prefeitura da cidade anunciou que disponibilizou doses para a vacinação de trabalhadores do transporte coletivo rodoviário (motorista e cobrador) e pessoas com 59 anos, sem comorbidades.

Nesta semana, a maioria das cidades do Sul de Minas começou a vacinação de trabalhadores da educação, que já foi concluída em Ouro Fino.

Para os trabalhadores do transporte a vacinação será somente no prédio dos Capuchinhos entre às 13h e 17h, já as pessoas com 59 anos podem se vacinar tanto nos Capuchinhos nesse horário como nas demais unidades de saúde municipais entre às 13h e 16h.

Para trabalhadores do transporte coletivo será necessário apresentação de documento que comprove a função exercida com data recente, documento original com foto, comprovante de residência e cartão de vacinação.

Para pessoas com 59 anos que não possuem comorbidades será necessário o cartão de vacinação, documento original com foto e comprovante de residência.

Vacinação por idade em MG

Nesta terça-feira (8), o secretário de Saúde de MG, Fábio Baccheretti, anunciou que, com o intuito de acelerar a imunização em todo o estado, 70% das vacinas contra a covid-19 recebidas por Minas Gerais serão destinadas para aplicações por idade, enquanto 30% servirão aos grupos prioritários.

A mudança será válida após o término da vacinação dos trabalhadores da educação, conforme as orientações do Ministério da Saúde, e faz parte da meta de vacinar todos os mineiros maiores de 18 anos até dezembro deste ano.

Atualmente, cada remessa de vacina contra a covid-19 é enviada pelo governo federal com as indicações dos respectivos grupos prioritários a serem contemplados, de acordo com a ordem estabelecida pelo Plano Nacional de Imunização (PNI). Após a vacinação de todos os trabalhadores da educação (nível básico e superior), essa regra sofrerá alterações, conforme as orientações do Ministério da Saúde.

VÍDEOS: Veja tudo sobre o Sul de Minas

200 vídeos

Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*