Carregando...

Polícia teria atirado mais de 50 vezes contra casa de idoso morto em MG, aponta perícia

A Polícia Militar vai investigar a conduta dos policiais que atiraram e mataram um idoso na noite desta quarta-feira (13) em Borda da Mata (MG). Os policiais teriam trocado tiros com o homem de 69 anos, que agrediu um dos militares com um facão. Segundo a perícia, foram pelo menos 54 tiros disparados.

A casa onde tudo aconteceu fica afastada da cidade, a mais de 20 minutos da região central de Borda da Mata. As marcas dos tiros ficaram na parede, na janela e na porta da residência.

Conforme a PM, a corporação foi acionada por vizinhos que acusavam o produtor rural de agressão e ameaças.

Polícia teria atirado mais de 50 vezes contra casa de idoso morto em Borda da Mata — Foto: Reprodução EPTV

Polícia teria atirado mais de 50 vezes contra casa de idoso morto em Borda da Mata — Foto: Reprodução EPTV

"Durante o final de semana, esse senhor teria proferido ameaças aos seus vizinhos, moradores das redondezas e teria exibido armas de fogo durante essas ameaças. Quando chegou, ele estava na parte exterior da casa, o policial militar foi parlamentar com ele, ele tentou entrar para dentro da casa, o policial foi para a direção dele e aí ele desferiu dois golpes com um facão, um pegou na cabeça do PM, o outro pegaria na cabeça, mas diante do desvio que o policial fez pegou no joelho e fez um corte profundo no joelho dele. O policial foi puxado para trás pelos outros três policiais que estavam com ele ali", disse o major da Polícia Militar, Paulo Roberto Barros.

Enquanto um policial que ficou ferido era resgatado, o homem de 69 anos entrou na casa e começou a atirar. Na troca de tiros, ele acabou baleado e morreu a caminho do hospital.

"O comando do batalhão está tomando todas as medidas referentes à Polícia Judiciária, fazendo a autuação dos policiais em razão da ação deles e todas as medidas serão adotadas dentro daquilo que cabe a lei", completou o major da PM.

Polícia teria atirado mais de 50 vezes contra casa de idoso morto em Borda da Mata — Foto: Reprodução EPTV

Polícia teria atirado mais de 50 vezes contra casa de idoso morto em Borda da Mata — Foto: Reprodução EPTV

Com Cesar Lino da Silva foram apreendidos um revólver calibre 32 e o facão usado para golpear o policial. O filho do aposentado disse que o pai vivia sozinho na casa que estava sendo construída pela família.

"Ele vivia uma vida precária aqui, a gente resolveu fazer essa casa pra ele ter um conforto a mais na vida, tivesse uma caminha onde dormir, tivesse um conforto, a vida que ele estava levando aqui ninguém merece. Foi muito utilizada a força da polícia, 54 tiros para prender um idoso, a gente fica triste", disse o filho Mauro César da Silva.

O policial que ficou ferido foi levado para o Hospital Samuel Libânio. O corpo de César Lino da Silva foi velado em Borda da Mata. Outros três policiais que participaram da ocorrência estão presos no batalhão da PM. O caso deverá ser investigado pela Justiça Militar.

Homem é morto a tiros após atacar policial militar com golpes de facão em Borda da Mata — Foto: Polícia Militar

Homem é morto a tiros após atacar policial militar com golpes de facão em Borda da Mata — Foto: Polícia Militar

VÍDEOS: Veja tudo sobre o Sul de Minas

200 vídeos

Veja mais notícias da região no g1 Sul de Minas


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*