Carregando...

Homem de 51 anos é preso após divulgar blitz em aplicativos de mensagens em Varginha, MG

Um homem de 51 anos foi preso após divulgar em grupos de aplicativos de mensagens a realização de blitz da Polícia Militar Rodoviária, nesta quarta-feira (22), em Varginha.

De acordo com a PMR, durante a realização de operação policial no km 42 da MG-167, os militares foram informados sobre um homem que teria publicado um áudio no aplicativo para divulgar a blitz.

Com a informação, a polícia realizou diligências e localizou o suspeito de 51 anos. Segundo a PMR, ele confirmou o envio da mensagem e foi preso em flagrante, sendo conduzido à Delegacia da Polícia Civil de Varginha.

Veja mais

  • Mulher é presa após divulgar blitz em Poços de Caldas
  • Mulher presa após divulgar blitz em aplicativo de mensagens é solta de presídio em MG

Conforme explicado pela PMR, o celular do suspeito também foi apreendido. O crime, segundo a polícia, está previsto no artigo 265 do código penal, que diz respeito a “atentar contra a segurança ou o funcionamento de serviço de água, luz, força ou calor, ou qualquer outro de utilidade pública”.

A Polícia Militar Rodoviária salientou que a realização de blitz tem como objetivo “proteger o cidadão e tirar drogas, armas, fazer a prisão de cidadãos com mandados de prisão e não somente a fiscalização de trânsito”.

Prisão em Poços de Caldas

Caso semelhante ocorreu em Poços de Caldas durante o final de semana. Na oportunidade, a prisão foi de uma mulher de 25 anos.

Segundo a polícia, a blitz acontecia na Rua Goiânia e em determinado momento, os policiais perceberam que o fluxo de motocicletas diminuiu. Os policiais então foram informados que a blitz estava sendo informada, com fotos e áudios, em dois grupos de Whatsapp.

As fotos e os áudios partiram do mesmo número de telefone. De posse do nome e do endereço da mulher, a polícia foi até a autora, que foi presa e encaminhada para a delegacia.

A mulher estava presa no Presídio de Botelhos, mas foi colocada em liberdade na tarde de terça-feira (21). Segundo a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), a mulher foi liberada após alvará de soltura emitido pela Justiça.

VÍDEOS: Veja tudo sobre o Sul de Minas

200 vídeos

Veja mais notícias da região no g1 Sul de Minas


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*