Carregando...

Febre por mangás: quadrinhos japoneses fazem sucesso e são itens mais procurados por jovens no Flipoços

Os mangás são os livros mais procurados pelos jovens durante a 17ª Flipoços 2022, conforme contam os vendedores do festival. Por conta disso, a maioria dos stands montados no evento possuem alguma seção dedicada para as histórias em quadrinhos japonesas.

“É a maior procura do nosso stand entre os materiais que temos aqui, entre jovens e até mesmo entre os adultos. É uma tendência forte, esgotam muito rápido. E os mangás clássicos são os campeões de vendas, em poucos dias já fizemos a reposição da terceira remessa”, comentou Giovanna Gimenes, que trabalha como livreira em um stand da feira.

Veja também:

  • Ex-goleiro Aranha lança livro sobre José do Patrocínio, que lutou pelo fim da escravidão, no Flipoços

Os mangás são histórias de quadrinhos feitas no estilo japonês, caracterizado principalmente por sua escrita invertida (tem início 'no final' do livro), desenhos e narrativas. Essas histórias se popularizaram no Brasil a partir da exibição de séries de animes, animações japonesas, em TV aberta. Eles geralmente são inspirados em sagas de histórias já publicadas.

Febre por mangás: quadrinhos japoneses fazem sucesso e são itens mais procurados por jovens no Flipoços — Foto: Beatriz Mendes/g1

Febre por mangás: quadrinhos japoneses fazem sucesso e são itens mais procurados por jovens no Flipoços — Foto: Beatriz Mendes/g1

Segundo Giovanna, a tendência aumentou durante a pandemia e agora, no retorno às feiras presenciais, esta situação em relação ao produto foi ainda mais notada.

“Nós temos outros livros vendendo aqui, mas o pessoal chega e já vai direto na parte dos mangás, já trazem o nome de um título específico ou a numeração da sequência que precisam”, disse.

O músico Willian Luiz da Silva, de 23 anos, consome os conteúdos japoneses há 10 anos. Ele visitou a feira à procura de livros de uma saga que tem acompanhado. Segundo ele, a oportunidade era boa e conseguiu adquirir os exemplares que queria.

Apesar de também gostar de outros livros, Willian afirmou que atualmente consome muito mais os mangás por serem mais dinâmicos e de leitura rápida. Ele contou que conheceu este tipo de literatura em 2012 através de amigos, a partir disso começou a ler e procurar títulos com que se identificasse.

“Me chamou a atenção pela forma em que você lê, cada mangá tem seus traços e histórias diferentes. É basicamente um gibi que você lê ele de trás para frente, isso torna até mais interessante”, observou o músico.

Febre por mangás: quadrinhos japoneses fazem sucesso e são itens mais procurados por jovens no Flipoços — Foto: Beatriz Mendes/g1

Febre por mangás: quadrinhos japoneses fazem sucesso e são itens mais procurados por jovens no Flipoços — Foto: Beatriz Mendes/g1

Os preços dos mangás variam de R$ 29,90 a R$ 64,90. A diferença se dá principalmente de acordo com o ano de lançamento, os clássicos mais antigos são mais baratos, já os lançados há menos tempo com valores mais altos. O valor pode variar também de acordo com os detalhes da impressão.

Classificação etária

Os temas dos mangás são variados, e entre os mais comuns estão ação, aventura, mistério, fantasia e romance. De acordo com a vendedora, os mangás trazem uma classificação indicativa de idade, sendo a maioria deles para maiores de 12 anos. Contudo há variações, e alguns mangás são classificados até mesmo para maiores de 18 anos, quando há conteúdo violento, sexual ou de algum tipo de apologia.

“As crianças começam a se interessar pelos mangás a partir de uns 10 anos. Quando elas vêm aqui nós informamos aos pais a classificação, e muitas vezes, quando as crianças já assistem aos animes, eles autorizam a compra porque já conhecem, já é um conteúdo consumido em casa”, lembrou Giovanna.

Febre por mangás: quadrinhos japoneses fazem sucesso e são itens mais procurados por jovens no Flipoços — Foto: Beatriz Mendes/g1

Febre por mangás: quadrinhos japoneses fazem sucesso e são itens mais procurados por jovens no Flipoços — Foto: Beatriz Mendes/g1

Esses livros ainda hoje são alvos de preconceito devido ao conteúdo, por isso é importante que a classificação indicativa seja observada, mas William considera que os pais não deveriam se preocupar.

“Acho que é importante acompanhar o que os filhos estão lendo. Os mangás são incríveis, e eles podem te ensinar muitas coisas, fora que eu conheço pais que sempre estão lendo os mangás junto com seus filhos, e até conversam sobre o que está acontecendo na história”, finalizou.

Flipoços 2022

O Flipoços 2022 visa promover a literatura, música e a cultura brasileira. O evento é gratuito, aberto ao público e acontece do dia 3 de setembro ao dia 11, no Espaço Cultural da Urca.

Horário de funcionamento:

  • Dias 7 e 10 de setembro: das 9h às 21h;
  • Dias 6, 8 e 9 de setembro: das 7h30 às 21h;
  • Dia 11 de setembro: das 9h às 18h

A programação completa do evento pode ser acessada por aqui (basta clicar).

VÍDEOS: Veja tudo sobre o Sul de Minas

50 vídeos

Veja mais notícias da região no g1 Sul de Minas


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*