Carregando...

Balões podem ajudar a retirar 1 tonelada de carbono da atmosfera por US$ 100

Uma startup israelense juntou-se à luta contra o aquecimento global buscando solução nas regiões mais distantes da atmosfera terrestre, para onde a empresa espera enviar um monte de balões que irão apreender o dióxido de carbono e trazê-los de volta à Terra para reciclagem.

A High Hopes Labs desenvolveu um sistema que captura o carbono na região atmosférica onde ele quase se solidifica, bem acima da Terra. “O bonito é que, capturar o gás é muito fácil quando ele está perto do congelamento”, disse o CEO da empresa, Nadav Mansdorf, à Reuters.

As emissões de dióxido de carbono, da queima de combustíveis fósseis e da agricultura industrial são as principais causa das mudanças climáticas. Mas remover o CO2 da atmosfera em temperaturas padrão requer muita energia e dinheiro e tem sido uma solução pouco utilizada por governos e empresas.

“O carbono congela a uma temperatura de menos 80 graus (Celsius), e o único lugar onde podemos encontrar carbono em uma temperatura próxima a essa fica 15 quilômetros acima das nossas cabeças”, diz o executivo.

A empresa testou seu sistema em pequena escala, diz Mansdorf, lançando balões cheios de gás com uma caixa que serve como dispositivo de captura de carbono abaixo desses balões.

O carbono congelado é separado do ar para ser trazido de volta à terra e pode ser reciclado.

A empresa pretende construir balões maiores dentro de dois anos, cada um podendo remover uma tonelada de carbono por dia a um custo abaixo de US$ 100, muito aquém do valor aplicado em instalações terrestres que tem a mesma missão, disse Mansdorf.

Com a colaboração de Lee Marzel, da Reuters.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*