Carregando...

Mulher que ficou em coma após violência doméstica morre depois de quase dois meses internada

Mulher ficou em coma após ser agredida em Araguatins — Foto: Reprodução

Mulher ficou em coma após ser agredida em Araguatins — Foto: Reprodução

A mulher que ficou em coma após ser gravemente agredida na zona rural de Araguatins, na região do Bico do Papagaio, morreu na madrugada deste domingo (3). Maria Simone estava internada há quase dois meses,desde que foi espancada no mês de maio. O ex-companheiro dela é o principal suspeito do crime e foi preso pela Polícia Civil.

A família informou que o óbito aconteceu por volta das 2h da madrugada. A causa da morte ainda não foi confirmada. O velório e o sepultamento serão realizados em Araguatins.

Maria Simone foi espancada em uma casa na zona rural. A vítima teve ferimentos graves e foi hospitalizada com traumatismo craniano. Inicialmente ela foi internada em Araguatins, depois foi transferida para Augustinópolis, também na região norte.

O caso foi investigado pela 1ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher e Vulneráveis (1ª DEAMV) de Araguatins. O ex-companheiro da vítima, que não teve o nome divulgado, foi capturado em cumprimento a um mandado de prisão preventiva no início de junho.

As investigações apontaram que havia um histórico de agressões. Na última vez, a mulher sofreu lesões graves na cabeça e na face.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou neste domingo (3) que o inquérito sobre o caso foi concluído e enviado ao judiciário e Ministério Público, mas agora vai tomar conhecimento sobre a morte da vítima.

"Esclarece ainda que se a denúncia já tiver sido oferecida pelo MP por homicídio tentado, a mesma deve mudar para homicídio consumado. Em caso de a denúncia ainda não tiver sido oferecida, será por homicídio consumado no contexto de feminicídio”, explicou em nota.

Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

200 vídeos

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Calendar