Carregando...

Jovem tenta matar vizinho por janela de apartamento em Uberlândia por causa de bluetooth

Um jovem, de 29 anos, foi preso na madruga de domingo (15) por tentativa de homicídio no Bairro Segismundo Pereira, em Uberlândia. Segundo a Polícia Militar (PM), ele atirou contra um vizinho, de 30 anos.

Conforme os militares, o rapaz de 29 anos foi até o prédio do homem de 30 anos e o chamou pelo interfone o insultando e dizendo que queria resolver umas coisas. Diante da situação, desligou o interfone e não o atendeu mais. Em seguida, o jovem aproveitou a entrada de outro morador no edifício, entrou no local e foi até o apartamento do homem.

Assim que a testemunha, de 27 anos, atendeu a porta, encontrou o jovem com uma barra de ferro nas mãos e muito agressivo, querendo agredi-lo. O jovem acusava as pessoas do apartamento de estarem usando o bluetooth de sua caminhonete. O rapaz foi contido por outras pessoas e impedido de agredir os moradores.

O jovem, então, voltou para a sua residência que faz divisa com o prédio. Segundo a PM, do local ele tem visão completa para o interior da janela da área de serviço do apartamento da vítima e testemunha. Minutos depois, os moradores do apartamento ouviram barulho de disparo de arma de fogo.

Diante de todo o ocorrido, o homem correu até a janela que dá visão para a casa do autor. Neste momento, se deparou com o jovem apontando uma espingarda em sua direção. O rapaz, então, efetuou o segundo disparo na direção da vítima. Conforme a PM, o disparo atingiu o teto da área de serviço e ninguém ficou ferido.

Os militares foram acionados e encontraram o jovem atirador em frente sua residência, efetuando a abordagem e prisão do rapaz. Na residência dele foi apreendida uma espingarda longa com um estojo de calibre 36. O jovem e a arma apreendida foram encaminhados à delegacia de plantão da Polícia Civil.

VÍDEOS: veja tudo sobre o Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas

200 vídeos

homicidio tentado

em 15ago2021, por volta da 01h34min, na avenida salomão abrahão com a rua ronan manoel pereira, bairro segismundo pereira, o auto, de 29 anos, foi abordado e preso após efetuar disparos de arma de fogo na residência da testemunha, homem de 27 anos, localizada na rua salomão abraão, em direção à vítima, homem de 30 anos. segunda a vítima e testemunhas, o autor deslocou até o local/residência e pelo interfone proferiu os dizeres: "desce aqui sua bichinha para resolvermos umas coisas"; que a testemunha, diante do insulto, desligou o interfone e não atendeu mais o autor. logo em seguida, o autor aproveitou a entrada de um morador do prédio, entrou no edifício, se dirigindo até a porta do apartamento da testemunha, tocou a campainha e assim que a testemunha abriu a porta se deparou com o autor com uma barra de ferro nas mãos e muito agressivo, querendo agredi-lo, acusando a testemunha e os demais de estarem usando o bluetooth de sua caminhonete. o autor foi impedido de agredir a testemunha graças a contenção das demais pessoas que estavam no apartamento. em seguida o autor deixou o prédio e retornou para sua residência que fica situada à rua ronan manoel pereira, e faz divisa com o edifício em que mora a testemunha apenas por um muro, tendo visão completa para o interior da janela da área de serviço do apartamento da testemunha. minutos depois os ocupantes do apartamento ouviram um estampido que seria um disparo de arma de fogo. diante de todo o ocorrido, a vítima correu até a janela que dá visão para a casa do autor. neste momento se deparou com o autor apontando uma "espingarda" em sua direção e o autor, então, efetuou o segundo disparo na direção da vítima e disparo veio atingir o tento da área de serviço. logo após a vítima acionou a pm e a viatura ao chegar no local se deparou com o autor em frente sua residência, efetuando a abordagem e prisão do autor. na residência do autor foi apreendida uma espingarda longa de alma lisa de um cano, sendo que dentro do cano havia um estojo de calibre 36. o autor e arma apreendida foram encaminhados à delegacia de plantão.

homicidio consumado

em 15ago2021, por volta das 18h26min, acionados pelo copom, a guarnição policial militar foi até as margens da rua tapiti entre a br mgc 497, área com relevo em depressão (buraco), com vegetação rasteira, onde a solicitante relatou que transitava pelo local e quase no cruzamento com a rua raposa do campo, em frente a uma arvore, teria visto um corpo de uma pessoa, que aparentemente não seria conhecida. com a confirmação da denúncia, foi acionado para local a perícia, que realizou seus trabalhos e o corpo encaminhado para o iml. durante os trabalhos periciais, foi constatado que o corpo já apresentava rigidez cadavérica e que provavelmente foi deixado no local há alguns dias, sem identificação, pois não portava nenhum tido de documentos, mas que trajava uma camiseta de uma empresa. esta vítima possuía cortes contusos no pescoço, face lado esquerdo, arranhões pelo peito, uma possível perfuração sob as axilas lado direito. possivelmente a arma utilizada foi uma faca. a vítima trajava calça jeans clara, botina, blusa de frio na cor marrom e duas camisetas, sendo uma vermelha e outra no tom de azul escuro. a vítima não foi identificada e não há informações sobre a motivação do crime.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*