Carregando...

Aedes aegypti: Uberlândia tem mais de 4 mil casos suspeitos de dengue; veja situação no Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de MG

Mosquito Aedes aegypti transmissor da dengue, chikungunya e zika — Foto: Divulgação/Secretaria de Saúde

Mosquito Aedes aegypti transmissor da dengue, chikungunya e zika — Foto: Divulgação/Secretaria de Saúde

Uberlândia ultrapassou a marca de 4 mil casos prováveis de dengue, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) na quarta-feira (3). Ao todo, as regiões do Triângulo Mineiro, Alto Paranaiba e Noroeste têm 30.502 casos prováveis da doença.

Ainda conforme o informativo, as três regiões têm 14 mortes em investigação por suspeita de terem sido causadas pelo Aedes aegypti. O também registrou 203 notificações de chikungunya e 13 de zika. Veja abaixo os dados detalhados.

  • BOLETIM ANTERIOR: Araxá investiga 6 mortes causadas pela dengue

Dengue

Com 4.057 registros desde o início de 2022, Uberlândia é o município com o maior número de casos prováveis entres as regiões. Em relação ao boletim anterior, foram mais 107 notificações.

A 2ª com maior número de notificações é Frutal, com 3.570 casos prováveis.

Já Patos de Minas é a 3ª com 3.342 registros. Na sequência vem Uberaba com 2.327, seguida de Ituiutaba, que é a 5ª, com 2.260.

Casos prováveis de dengue de 1º de janeiro a 2 de agosto de 2022

CidadeCasos prováveis
Abadia dos Dourados43
Água Comprida17
Araguari483
Araporã306
Arapuá1
Araxá1.538
Brasilândia de Minas24
Cachoeira Dourada52
Campina Verde73
Campo Florido263
Campos Altos50
Canápolis290
Capinópolis164
Carmo do Paranaíba44
Carneirinho353
Cascalho Rico1
Centralina161
Comendador Gomes26
Conceição das Alagoas367
Conquista45
Coromandel254
Cruzeiro da Fortaleza5
Delta73
Douradoquara2
Estrela do Sul31
Fronteira441
Frutal3.570
Grupiara164
Guarda-Mor43
Guimarânia7
Gurinhatã461
Ibiá77
Indianópolis6
Ipiaçu27
Iraí de Minas112
Itapagipe890
Ituiutaba2.260
Iturama291
João Pinheiro351
Lagamar3
Lagoa Formosa51
Lagoa Grande188
Limeira do Oeste98
Matutina36
Monte Alegre de Minas134
Monte Carmelo295
Nova Ponte21
Paracatu931
Patos de Minas3.342
Patrocínio759
Pedrinópolis40
Perdizes220
Pirajuba206
Planura315
Prata62
Pratinha12
Presidente Olegário731
Rio Paranaíba135
Romaria75
Sacramento1.589
Santa Juliana209
Santa Rosa da Serra3
Santa Vitória115
São Francisco de Sales181
São Gonçalo do Abaeté36
São Gotardo76
Serra do Salitre19
Tapira83
Tiros42
Tupaciguara590
Uberaba2.327
Uberlândia4.057
União de Minas30
Varjão de Minas20
Vazante96
Veríssimo16
Total30.502
Fonte: SES-MG
deslize para ver o conteúdo

Chikungunya e zika

De acordo com a SES-MG, foram notificados 203 casos prováveis de chikungunya. Quanto à zika, as regiões têm 13 casos notificados. Não há registro de mortes pelas doenças nas regiões.

Casos prováveis de chikungunya entre 1º de janeiro e 2 de agosto de 2022

CidadesCasos de chikungunyaCasos de zika
Água Comprida1-
Araguari162
Araporã2-
Araxá4-
Capinópolis1-
Carmo do Paranaíba1-
Conceição das Alagoas2-
Conquista1-
Cruzeiro da Fortaleza1-
Estrela do Sul2-
Frutal21
Iraí de Minas3-
Ituiutaba23
Iturama6-
João Pinheiro1-
Limeira do Oeste2-
Monte Alegre de Minas37-
Paracatu425
Patos de Minas13-
Prata-1
Sacramento21
Santa Juliana1-
São Francisco de Sales3-
Uberaba51-
Uberlândia6-
União de Minas1-
Total20313
Fonte: SES-MG
deslize para ver o conteúdo

Minas Gerais

Em todo o estado, a SES-MG informou total de 86.442 casos prováveis de dengue, sendo 58.386 confirmações. Quarenta mortes foram confirmadas e 49 estão em investigação.

Em relação à chikungunya, são 7.213 casos prováveis e 4.099 confirmados, com duas mortes em investigação. Quanto a zika, o informativo contabilizou 74 notificações e 20 confirmações.

VÍDEOS: veja tudo sobre o Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*