Carregando...

VÍDEO: Motoboy é atropelado e moto é arrastada por quase três quilômetros em São José dos Campos

Motoboy é atropelado e moto é arrastada por quase três quilômetros em São José

Motoboy é atropelado e moto é arrastada por quase três quilômetros em São José

Um vídeo de câmera de segurança flagrou um motorista arrastando uma motocicleta em São José dos Campos. De acordo com a polícia, o homem atropelou um entregador por aplicativo depois de uma discussão de trânsito no acidente a moto se prendeu ao veículo e foi arrastada por cerca de três quilômetros (Veja o vídeo acima).

O acidente aconteceu na noite de domingo (6) na avenida Heitor Villa Lobos. De acordo com a vítima, Daniel de Paula Rodrigues, ele parou com a moto no semáforo quando foi abordado por um homem em um carro de luxo que o indagou sobre estar muito devagar na via. Instantes depois, ele deu ré com o veículo, atingiu um carro de passou e atropelou o motociclista.

“Olhando no retrovisor percebi que ele estava vindo com pressa. Depois que passou por mim, jogou o carro, mas consegui sair. Parei do lado dele no semáforo e ele respondeu que eu estava andando devagar na frente dele e começou a agir como se procurasse alguma coisa, foi quando desci da moto por medo e ele engatou a ré”.

No acidente, o motorista atingiu um carro de passeio que seguia na via, atropelou o motoboy e seguiu por cerca de três quilômetros com a motocicleta sendo arrastada debaixo do carro. Ao G1, o administrador que dirigia o carro disse que se assustou com a cena e fugiu por medo (leia mais abaixo).

Câmeras de segurança de comércios na região registraram o momento em que o homem segue com a moto presa no carro. O veículo chega a fazer faíscas ao longo do caminho com o atrito com o asfalto. Segundo a versão dele, o veículo atingiu o pé dele.

Motoristas que perceberam a ação acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que socorreram o motociclista. Ele teve ferimento no pé e lesões leves.

A moto foi abandonada depois de se desprender do veículo na avenida Nove de Julho. Após o acidente, o homem seguiu para casa, onde foi abordado pela Polícia Militar.

A motocicleta, única fonte de renda de Daniel, ficou destruída. "Não tenho nada pra me sustentar. Não sei nem como vou fazer. Faz dois anos que meu único sustento é isso", completou. Nesta terça-feira o motoboy passará por exame no IML.

Registro da moto, após ter sido arrastada por quase 1 km — Foto: Arquivo pessoal

Registro da moto, após ter sido arrastada por quase 1 km — Foto: Arquivo pessoal

O que diz o motorista

Procurado pelo G1, o administrador que dirigia o carro disse que se assustou com a cena e fugiu por medo. À reportagem ele afirmou ser deficiente e ter prótese nos dois lados do quadril.

"A imagem por mais chocante que seja, a imagem está no COI. Ele me fechou, eu saí, ele me fechou de novo e ele parou a moto em uma posição que não me deixou sair. Eu fui pra cima da moto. Sou deficiente, tenho prótese nas duas pernas, nem conseguiria descer do carro naquele tempo. Levo tempo para descer do carro".

Ele complementa sua versão sobre o caso. "Eu estava fugindo de uma ameaça clara. Eu deficiente não tenho motivo para descer do carro para brigar. Fugi até estar na minha casa porque tinha um monte de motoqueiro atrás de mim. Passei mal, passei minha noite no hospital com pressão alta e com suspeita de enfarte", disse.

Não há prazo para que a Polícia Civil conclua a investigação do caso.

Motoboy é atropelado e moto é arrastada por quase três quilômetros em São José dos Campos — Foto: Reprodução

Veja mais notícias do Vale do Paraíba e região bragantina

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*