Carregando...

'Para ser pátria amada não pode ser pátria armada', diz arcebispo de Aparecida em sermão do Dia de Nossa Senhora

Missa das 9h no Dia da Padroeira foi celebrada por Dom Orlando Brandes, Arcebispo de Aparecida. — Foto: Poliana Casemiro/ g1

Missa das 9h no Dia da Padroeira foi celebrada por Dom Orlando Brandes, Arcebispo de Aparecida. — Foto: Poliana Casemiro/ g1

O arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, afirmou nesta terça-feira (12) que "para ser pátria amada não pode ser pátria armada" durante a missa das 9h, a principal do dia no Santuário de Aparecida.

"Para ser pátria amada seja uma pátria sem ódio. Para ser pátria amada, uma república sem mentira e sem fake news. Pátria amada sem corrupção. E pátria amada com fraternidade. Todos irmãos construindo a grande família brasileira", complementou.

O religioso não citou Bolsonaro, mas presidente é favorável ao armamento da população e é investigado em inquérito sobre disseminação de informações falsas que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF).

O discurso também criticou o quadro da fome no Brasil, como o registro de pessoas que passaram a se alimentar com restos de carnes em ossos. A insegurança alimentar atinge 19 milhões de brasileiros.

Ele ainda ressaltou a importância da ciência e da vacina.

LEIA TAMBÉM:

  • Acompanhe as celebrações da Festa da Padroeira em tempo real; SIGA
  • Com missas presenciais e protocolos contra a Covid-19, fiéis celebram a Padroeira do Brasil na Basílica de Aparecida
  • VÍDEO:Marcos Mion relembra ida a Aparecida para agradecer por cura do câncer da esposa: 'Nossa Senhora está sempre com a gente'

A cerimônia foi acompanhada por autoridades, como o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) e o ministro de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes.

Histórico de homilias

Por ser a principal missa do dia, a homilia expressa posturas da igreja. Em 2020, Dom Orlando Brandes criticou a volta da impunidade e também as queimadas em biomas como Amazônia e Pantanal.

Já em 2019, o sermão criticou o "dragão do tradicionalismo" e disse que a "direita violenta e injusta".

Veja mais notícias sobre a Festa da Padroeira

21 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*