Carregando...

5 dicas para escolher a cuba de apoio ideal

-
-
Foto: André Nazareth/CASACOR / Casa.com

Banheiros e lavabos têm ganhado cada vez mais a atenção dos moradores porque permitem ousar na decoração com acabamentos, cores e texturas que conferem personalidade ao ambiente.

Dentre os produtos mais procurados, a cuba de apoio se tornou uma das principais protagonistas, pois além de ficar em evidência sobre a bancada, apresenta variações de design, formatos e cores, conferindo total elegância e modernidade.

  • Feng shui em casa: conheça 3 plantas que afastam a inveja e o mau olhado
  • Cozinhas brancas: 8 inspirações deste ambiente atemporal e versátil
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

No entanto, na hora de definir a cuba de apoio é necessário observar alguns pontos importantes, que vão além da estética e da funcionalidade da peça. Pensando nisso, Claudia Tieko, design de interiores da Lorenzetti, destaca algumas dicas para a escolha da cuba de apoio ideal para o projeto. Vamos lá?

1. Atenção às medidas da bancada

-
-
Foto: divulgação/Casa.com.br / Casa.com

Ao iniciar a escolha da cuba de apoio, é necessário considerar aspectos como as medidas da bancada que receberá a louça. "O ideal é que a bancada seja sempre maior que a largura total da cuba, pois dessa maneira haverá espaço para receber os demais acessórios.

No momento da instalação da bancada é preciso se atentar também à metragem de distância do chão de, no mínimo, 75 cm", indica Tieko.

2. Harmonize a cuba com o metal sanitário

-
-
Foto: Divulgação/Casa.com.br / Casa.com

Em relação aos formatos das cubas, atualmente há uma gama variada de opções. "Trata-se de um critério de escolha muito pessoal do morador. Os modelos retangulares e quadrados são mais imponentes e possuem traços mais marcantes.

A cuba redonda ou oval apresenta características de leveza e delicadeza. A dica é optar por versões que harmonizem com o metal sanitário e com a personalidade do projeto", destaca a especialista.

3. Não esqueça de observar se a cuba é com mesa ou sem mesa

-
-
Foto: Divulgação/Casa.com.br / Casa.com

No mercado, é possível encontrar dois modelos de cubas de apoio, com mesa ou sem mesa. As opções com mesa apresentam uma superfície ao fundo com três furos para a instalação de torneiras ou misturadores. Na versão sem mesa, por sua vez, não há espaço para o metal sanitário, que deverá ser instalado na bancada ou na parede.

4. Observe a distância entre a bica do metal e a borda da cuba

-
-
Foto: Fani/Divulgação / Casa.com

Outro ponto importante que deve ser observado é em relação à instalação da torneira ou misturador. "A distância da bica do metal para a borda da cuba deve sempre ficar entre 10 e 15 cm. Essa é uma regra que deve ser adotada em todos os modelos de cubas de apoio, com ou sem mesa, e para os modelos de torneiras ou misturadores, com bica baixa ou alta.

Dessa forma, é possível evitar que a água que cai na louça respingue para fora da cuba. Além disso, há espaço suficiente para que as mãos sejam lavadas adequadamente", complementa a designer.

5. Combine a cuba com o estilo do seu ambiente

-
-
Foto: André Nazareth/CASACOR / Casa.com

Por fim, o estilo do espaço que receberá a cuba pode implicar de maneira considerável na escolha da peça. "Caso o espaço apresente uma decoração moderna, a dica é optar por cubas com design diferenciado ou modelos coloridos.

Um exemplo seria a opção na cor preta, característica mais ousada e que garante personalidade ao espaço. No caso do estilo clássico, a sugestão é aplicar cubas convencionais na cor branca, apostando sempre nos formatos mais tradicionais", sugere Tieko.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*